Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Maio 02 2010

 

Deitaste teu lindo corpo na areia
e ao ver-te o sol te imaginou uma sereia.
Muitas horas ficou em contemplação
Pulsando-lhe mais forte o coração.
 
O tempo foi passando, e o céu escureceu
porque o sol lentamente se escondeu.
Às estrelas pediu ele com carinho
que iluminassem o teu caminho.
 
Quando de novo radioso surgiu
ansioso te procurou mas não te viu
pensando ter sido uma miragem.
 
Sentia-se sozinho nas alturas.
Olhando p’ra terra, só via loucuras,
E a doce recordação da tua imagem.
 
MARIA EMÍLIA VENDA
 
2000/09/17
publicado por appoetas às 14:04

Novembro 23 2009

 

 
Deixem-me sonhar
Que a minha vida é um sonho,
Que meu destino é risonho.
Deixem-me sonhar.
Deixem-me sonhar
que nos amamos sem entraves e enganos.
Deixem-me sonhar.
Deixem-me sonhar
que voamos pelo espaço
ternamente num abraço,
Deixem-me sonhar.
Deixem-me sonhar
que só existe felicidade,
que a triste realidade
deste mundo desgraçado
já não pertence ao presente,
mas simplesmente ao passado.
Deixem-me sonhar.
Deixem-me sonhar
que a vida é uma alegre melodia,
que a noite é maravilhosa,
e que é sempre lindo o dia.
Deixem-me sonhar.
Deixem-me sonhar
que o nosso amor não tem fim.
que eu faça parte de ti,
tu faças parte de mim.
 
Deixem-me sonhar!
 
 
2007-11-04
publicado por milualves às 14:11

Novembro 23 2009

 

 
Numa vida imaginária
Eu vagueio solitária
P’las torres do meu castelo.
Vejo bosques verdejantes,
Riachos de água cantantes
Num cenário vasto e belo.
 
Numa vida imaginária
Eu vagueio solitária
Nas salas de lajes frias.
Oiço cantar trovadores
Recordo traições e amores,
Vilezas e cortesias.
 
Numa vida imaginária
Eu vagueio solitária
Junto às ameias antigas.
Vem-me à memória as batalhas,
Os assaltos às muralhas
Pelas hostes inimigas.
 
Numa vida imaginária
Eu vagueio solitária
Cercada de nostalgia.
Fogem as águias reais
Quando escutam os meus ais
Se o desalento me espia.
 
Numa vida imaginária
Eu vagueio solitária
Com a minha fantasia.
Descubro os campos em flor
Só não descubro o amor
P’ra me fazer companhia.
 
Numa vida imaginária
Eu vagueio solitária
 

2001-06-22

publicado por milualves às 13:53

Novembro 23 2009

 

Por estares ausente, senti tantas saudades tuas,
Que me fez escrever com as minhas lágrimas,
O teu nome na areia, com tanto amor e carinho.
Veio uma onda que, juntando as suas lágrimas às minhas,
Levou o teu nome para o fundo do mar,
De mansinho, de mansinho.
Ela te conhecia e se apaixonou por ti.
Não quis que eu sofresse sozinha.
 
Para matar as saudades,
Guardou o teu nome, bem junto de si.
publicado por milualves às 13:33

Novembro 23 2009

 

 
Era uma vez um reino
Cheio de paz e amor
A sua graça era tanta
Que o tornava encantador.
 
Viviam todos felizes
Nesse reino de bonança
Cuidando do seu futuro
Com carinho e confiança.
 
Mas um dia a fada má
Que jamais tinha aparecido
Quis viver naquele reino
P’ra ela desconhecido.
 
Cheia de raiva ficou
Ao ver tanta felicidade
A si mesma ela jurou
Destruir a humanidade.
 
Semeou a injustiça
A ambição e a discórdia.
Naquele reino tão lindo
Nunca mais houve concórdia
 
Passam os anos, os séculos
Ninguém se sabe entender.
É tão grande a confusão
Que não dá para viver.
 
Os mortais vão arrastando
A sua pesada cruz
Sem vislumbrarem sequer
Para os guiar uma luz.
 
Pois todos querem mandar
Nesse reino desgraçado
Onde existe a corrupção,
A malvadez e o pecado.
 
Nem mesmo as fadas madrinhas
As vidas querem mudar
É o salve-se quem puder
Até o reino acabar.
 
Só uma escassa minoria
Vê esse reino melhor
Entre as inquietas gentes.
Não são magos nem profetas
Mas espalham a poesia
Com sua esperança e amor.
Esses sim são diferentes
Porque esses são os poetas.
 
 In: CREIO, Universitária Poesia
publicado por milualves às 13:21

Novembro 16 2009

 

Recordo com tristeza todo o amor
Que um dia te ofereci e que aceitaste.
Mas quanto desespero, quanta dor
Em troca desse amor tu me ofertaste!
 
As minhas ilusões já as perdi
Amargurada vejo a realidade.
A esp’rança para mim já não sorri
Em seu lugar encontro falsidade.
 
A solidão quer invadir minh’alma.
Mas lutarei para encontrar a calma
Pedindo a Deus para guiar meus passos.
 
Confortarei meu coração em ferida.
Serei vencedora – e não vencida! –
se p’ra sempre esquecer os meus fracassos.
publicado por milualves às 17:25

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

blogs SAPO